Tempus Fugit

O calor do sol
Os pingos de sorvete na calçada,
na saia e na blusa.

Depois, os raios do luar em seu rosto.
Seus olhos, cor de mel…
Pensamentos mil em minha cabeça…

Recordações.
De Tristeza.
Ou de alegria?
Lembranças de uma árvore
e de beijos embaixo dela.
Lembranças de um rio
e de seu corpo molhado.
Desejos…

Então, lembranças da infância.
De brincadeiras inocentes.
Lembranças de nossa amizade.

Por fim, melancolia.
A dor da distância,
embora próxima.

O tempo, cruel tempo.
Início de tudo, fim de todos.

–João Octávio A. Trindade Boaventura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s