Rima Infernal

Em uma noite escura e sombria,
com pouco sono estava eu,
mesmo assim, feliz dormia,
sem suspeitar da proximidade do fim meu.

Em casa cheguei, do trabalho.
Pus, com um beijo, meu filho a dormir.
Com meu pai, joguei um pouco de baralho.
Às onze horas, deixei o sono vir.

Sonhei com minha esposa.
Minha esposa, que já está morta.
Sonhei com minha esposa,
bela, jovem e carinhosa.

Sonhei com minha esposa,
minha esposa, que já está morta.
Fétida, putrefata, horrorosa,
minha esposa, já toda decomposta.

Sobressaltado acordei,
fui ao banheiro lavar o rosto.
Lá, um reflexo estranho encontrei,
pois sério estava eu e ele com um sorriso posto.

Pra dentro do espelho ele me levou.
Lá, encontrei um inferno.
Tal visão meu estômago sublevou.
E meu reflexo, todo bem vestido, de terno,
ao me ver, assim falou:

“Muito mal fizeste em vida.
Viveste de modo tão libertino,
que o Céu não te dará guarida.
A um tormento sem igual te destino!”

Como de um sonho surgiu minha esposa,
minha esposa, que já está morta.
De olhar triste, porém muito corajosa,
em sua mão esquerda uma adaga ela porta.

Como num sonho, minha esposa me salvou.
Minha esposa, com quem muito fui feliz,
minha esposa, que nunca me abandonou,
ajudou-me a fugir do carrasco-juiz.

Para minha cama volto, aliviado.
Vejo que meu filho dorme em paz.
Logo volto a dormir, pois estou cansado.
Durmo, desejando não ver um espelho nunca mais.

— João Octávio A. Trindade Boaventura
tentando voltar a escrever…

Anúncios

15 comentários em “Rima Infernal

  1. Allan disse:

    João, estou sem palavras.
    Tá bom.
    Tá muito bom.

    Só há uma expressão que define tão bem como está:

    Tá do CARAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALHO!

  2. João Octávio A. Trindade Boaventura disse:

    Pô, Allan, não precisa exagerar, cara. Mas mesmo assim, obrigado

  3. Pâmela disse:

    Coitado! E como ele vai fazer a barba?

  4. Marcel Angelo disse:

    Obrigado, uma coisa
    1 neil gaiman é foda
    2 obrigado pelo comentário, aliás sobre os teus poemas percebo que você leva jeito, quando eu comecei a me interessar pela poesia eu era bem mediocre e comparado ao que você já escreve
    e nos contos curtos e na poesia prax, cobista e concreta eu já não sou muito bom.
    é claro que vou continuar lendo seu blog aliás vou salvar porque eu não tenho net em casa e vou separar para ler melhor e com calma.
    continue praticando e outra dica, seja livre, classica ou qualquer coisa, a base sempre é você procurar o estilo que melhor lhe agrada.

    E não me venha com desculpas aliás o seu triolé, se for dos primeiros, está sim muito bom.
    Hehehe
    Desculpa se pareço meio tiozinho falando, tenho de perder esse costume.

    Pois bem abraços e boa sorte.

  5. João Octávio A. Trindade Boaventura disse:

    muito obrigado a todos que comentaram, tentarei deixar respostas individuais nos blogs específicos

  6. Rebeca disse:

    João,

    Suas palavras são acolhidas com carinho. Espero que volte e manteremos contato.

    Maravilhosa quarta.

    Rebeca

  7. Marcel Angelo disse:

    Sobre a rima infernal… Tente usar de ritmo nessa, pelo menos, e de palavras e expressões além do convencional. Leia os poetas nacionais mais antigos, vale a pena, e use de mais descrição, em vez de dizer que ela está descreva apenas os detalhes. Sei lá, mas o início está melhor.

  8. Rebeca disse:

    Passa lá no blog que tem um selinho todo especial pra você.

    Maravilhosa sexta.

    Rebeca

  9. Rebeca disse:

    João, lógico que não existe nenhum tipo de problema. Um selo quando é repassado, é apenas uma forma de demonstrar uma gentileza entre os blogueiros. Não sei o que seja “roxie”, mas acolhi o selo com muito carinho por quem me foi dado. Dizem que gentileza gera gentileza, e cada um com sua maneira de ser gentil.

    =]

    Rebeca

  10. Pâmela disse:

    Se você quiser, deixei um selo pra você no meu blog.
    Beijos!

  11. caio disse:

    Realmente gostei muito dessa poesia!

  12. roberto ney disse:

    gosto muito de poesia e seus versos me agradaram muito!
    abraço!

  13. arthur disse:

    alem de nao poder se barbiar tambem nao pode ver reflexos :/Zß█▒Ø´▒Üæ▒▒♥♠○◘♣☻☺♦•õ▀☺£b.isso q vo mostra n e pra niguem @(*.*)@ t(‘.’t) )>)(( d-.-‘b d-.-b

  14. Nossa… Amei esse tbm…
    Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s