Agradecimentos

Pessoal, esse post é apenas pra agradecer os comentários recentes (obrigado Marcel, Julia, Daiane, Acelino, Gisely e todos os outros). Faz cerca de dois meses desde meu último post, quase seis meses desde o último poema (feita para minha namorada) e um ano e sete meses desde que realmente escrevi algo que julguei interessante (Rima Infernal). Mesmo assim, esse blog conta com, neste momento, 19.166 visitas, cerca de 30 por dia na última semana. Obrigado a todos por ainda lerem, comentarem e visitarem em busca de algo novo. Prometo que assim que conseguir organizar melhor meu tempo, escreverei alguma coisa. Na verdade, tenho algo em mente, não é bem um conto, mas um cenário para uma história, com direito inclusive a um mito da criação próprio. Bem, a Julia se despediu dizendo “até o dia 16”. Então, até lá (faltam só 3 dias!!) vou tentar escrever algo, ok?

Abraços a todos e obrigado novamente.

Uma promessa a ser cumprida

Pessoal, desculpem pela longa ausência do blog, retorno para avisar que não morri e que em breve trarei novidades, entre as quais:

  • Elegia para um amigo – pequeno texto que criei para um amigo que quase morreu (felizmente, apenas “quase”). Mas como toda boa elegia, deve ser transposta para poesia. Se eu não conseguir, vai como prosa mesmo;
  • Diário de um vampiro – Escrito por Jr Wolverine há algum tempo, farei algumas adaptações e publicarei, em partes;
  • A filha do gigante de gelo – texto baseado em histórias de Conan/Thor e fatos pessoais
  • Vários outros.

Bem, é isso. Vou demorar um pouco (meu notebook foi roubado, estou esperando chegar o novo para começar), mas em breve vai sair.

Ao Fabiano: teu comentário me deixou deveras emocionado, amigo leitor. Prometo não deixar meu blog ficar igual às obras do Kobain, pretendo escrever ainda, não apenas deixar que velhos textos sirvam de tributo à minha carreira de blogueiro. E sim, você tem razão: vou escrever sempre, não apenas contos, mas pequenas impressões do cotidiano que considerar dignas de nota. Muito obrigado pelo estímulo, mas, por favor, dê sempre sinal de estar lendo. Um comentário, mesmo que seja para dizer que não gostou de algo, é sempre um estímulo para continuar. Horrível escrever sem saber se alguém lê…

A todos os leitores: Abraços e até breve